NOTÍCIAS

Engenheiro explica mitos, verdades e utilidades do EPS na construção civil

Engenheiro do Grupo Isorecort discorre sobre a utilização do EPS nas construções residenciais e comerciais

Por desconhecimento de seu extenso potencial de uso, tem quem ainda torça o nariz com relação ao uso do EPS (conhecimento popularmente como “isopor”) na construção civil. O material, que é utilizado em diferentes densidades em uma série de peças em países como Estados Unidos, Japão e também na Europa, nos formatos de lajotas, telhas, molduras e paredes, está sendo aplicado de forma inovadora no Brasil através dos painéis monolíticos.

A fim de esclarecer algumas das dúvidas a respeito do material e suas utilidades, o Engenheiro Denilson Rodrigues, do Grupo Isorecort, lista alguns mitos e verdades:

O EPS é um material frágil? Mito
Na verdade, trata-se de um material resistente. Dependendo da densidade, o material é capaz de suportar mais de 40 toneladas por m2.

O EPS evita a proliferação de fungos e bactérias? Verdade
Por ter baixíssima absorção de umidade, além de evitar os microrganismos, o material também elimina o risco de infiltrações.

O EPS não oferece segurança para a construção? Mito
Além das características de resistência, leveza e facilidades no manuseio, o EPS proporciona segurança comprovada na construção de empreendimentos, assim como velocidade na montagem e execução.

O EPS ajuda na redução de custos? Verdade
O uso do painel monolítico (Monopainel®), por exemplo, que é uma parede inteira de EPS fabricada pelo Grupo Isorecort e que gera uma redução aproximada de 30% nos custos finais da obra, é um terço mais rápido de se executar em comparação à alvenaria convencional.

O EPS é um produto tóxico? Mito
O EPS não é um material tóxico ou perigoso. Ele é isento de CFC e é 100% reciclável. As sobras obtidas durante o processo de fabricação dos produtos são recolhidas e recicladas, dando origem a novos produtos.

O EPS oferece conforto térmico e acústico? Verdade
O EPS oferece excelente desempenho termoacústico. Por essa caraterística, o material atende ao que dispõe a Norma de Desempenho ABNT NBR 15575, que prevê os requisitos mínimos de desempenho de edificações habitacionais.

Especialista em EPS para construções e aplicações residenciais, comerciais e industriais

No segmento do EPS para a construção civil, o Grupo Isorecort fabrica o Monopainel® (painel monolítico para a execução de alvenarias de fechamento/estrutural em edificações residenciais, comerciais ou industriais); fechamentos de shaft (com kits hidráulicos, que podem ser usados em banheiros, áreas de serviço, telefonia, elétrica e hidrante) e GeoSolution® (blocos de alta densidade para aplicações como viadutos, cabeceiras de ponte, muros de arrimo, estacionamentos, rampas de acesso, elevação de solo e para substituição a aterros sobre solos moles).

Além disso, o Grupo também desenvolve molduras (internas e externas para fachadas, requadros, arcos, faixas, janelas e colunas de sustentação); lajotas (ideais para a confecção de lajes e que substituem as lajotas cerâmicas); telhas (núcleos para telhas do tipo “sanduíche”, que podem ser usados em telhados novos ou já existentes); ISOBaldrame® (canaletas em EPS, recortadas a partir de um bloco de média densidade em formato “U” para a construção de vigas baldrame); placas (ideais para impermeabilização, juntas de dilatação e isolamento termoacústico), forros (para isolamento térmico e decoração de ambientes) e pérolas (usadas para a formulação de concreto leve, podendo também ser usadas em funções não estruturais).

Mais informações sobre as soluções do Grupo Isorecort para diferentes segmentos podem ser encontradas em isorecort.com.br, monopainel.com.br e geosolution.com.br.

Ver todas