NOTÍCIAS

Termotécnica conquista com iPack, o Prêmio ABRE de Embalagens na categoria Soluções para Varejo e e-Commerce

Embalagem desenvolvida pela companhia traz ganhos nos processos logísticos e possibilita a comercialização em diversos canais garantindo a integridade do produto do fabricante até a casa do consumidor

A Termotécnica – uma das maiores indústrias transformadoras de EPS da América Latina –, conquistou o Troféu Bronze do Prêmio ABRE 2020, concedido pela Associação Brasileira de Embalagens na categoria Estratégica – Soluções para Varejo e e-Commerce com uma embalagem para aquecedores desenvolvida para a multinacional japonesa Rinnai. No ano passado, após vencer o Prêmio ABRE com uma solução para o agronegócio, a Termotécnica representou o Brasil no WorldStar Packaging Award, conquistando a premiação mundial de embalagens nas categorias Food e SaveFood.

“Conseguimos oferecer para o nosso cliente uma solução de alta proteção para o produto. Houve ganhos na conteinerização das mercadorias no caminhão, proteção da integridade física dos produtos durante o transporte, redução do peso total do produto embalado e aumento da competitividade nos envios via e-commerce. Além disso, permitiu que o cliente aumentasse a participação nas vendas por e-commerce – muito relevante para o desempenho financeiro em tempos de pandemia. Ao fazer a compra pela internet, nossa embalagem garante que a mercadoria chegue na casa do cliente final de forma íntegra e segura”, afirma o presidente da Termotécnica, Albano Schmidt.

Atendendo às mudanças no comportamento do consumidor que elevou a participação do e-commerce como opção de compra, o conceito iPack de embalagens inteligentes – patenteado pela Termotécnica – tem todos os atributos de preservação e proteção requeridos por este novo canal de venda e escoamento de produtos. Pensado de forma a unificar plataformas de produtos e simplificar processos de embalamento, o iPack permite a distribuição de produtos pelos mais diversos modais de transporte, sendo em cargas fechadas ou fracionadas. “Novos tempos, requerem novas soluções e o iPack permite toda esta mobilidade”, diz o presidente da Termotécnica.

Essa solução para aquecedores, desenvolvida com a tecnologia iPack, substituiu as caixas de papelão, proporcionando ao cliente ganhos de processos, ampliação das comercializações por outros canais e segurança no transporte (integridade e funcionalidade até o consumidor). Além disso, o seu ecodesign adapta-se a diversos modelos de produtos, proporcionando menor uso de matéria-prima, reciclagem e ganhos em sustentabilidade.

Os ganhos da embalagem em EPS da Termotécnica já iniciam na linha de montagem do cliente. Com uma estrutura leve e segura, contribui para a ergonomia do processo. O design possibilitou simplificar o número de operações além de otimizar insumos, aumento da capacidade de armazenamento e transporte. A solução foi projetada com preocupação funcional e estética. Por ser clean e expositora, possibilita a visualização do produto no PDV (ponto de venda), muito importante neste segmento. O EPS é resistente à compressão, possui alta capacidade na absorção de impactos, e também é impermeável, contribuindo para garantir a entrega do eletrodoméstico com todas as funcionalidades seja por qual for o canal de vendas.

Falando em ganhos logísticos, a solução da Termotécnica reduziu o peso da embalagem em 90%, a dimensão final e os itens para reciclagem. A sua estrutura foi dimensionada para suportar as exigências do ciclo de entrega do produto. Houve melhora na performance de proteção, ganhos na disposição com mais aparelhos por pallet e melhor atendimento aos requisitos do transporte. Possui as informações da marca e as instruções necessárias para movimentações, em local adequado de fácil visualização. Ainda quanto às questões logísticas, as embalagens e componentes da Termotécnica eliminam despesas também com fretes de retorno, já que o EPS é one-way e pode ser 100% reciclado no pós-consumo.

Em termos de sustentabilidade, O EPS é formado por 98% de ar, não utiliza CFC e HCFC e por isso não gera danos à camada de ozônio. O seu processo requer baixíssima utilização de recursos naturais como água e energia, não contamina e não gera riscos à saúde e ao meio ambiente. E o mais importante, o EPS é 100% reciclável. Por ser 90% mais leve que a embalagem anterior, contribui para reduzir o consumo de combustível e a emissão de CO2 durante o transporte. Permitiu também a redução da quantidade de resíduos durante o embalamento e em todo o ciclo de entrega. “Em resumo, nossa embalagem proporcionou ao cliente ganhos de processos consideráveis, possibilidades de comercializações por outros canais, além de garantir a integridade e funcionalidade do produto para o consumidor”, afirma o diretor superintendente da Termotécnica, Nivaldo Fernandes de Oliveira.
 

Termotécnica: inovação com sustentabilidade


Detentora de 40 patentes de novas tecnologias, desde a sua fundação há 59 anos, a Termotécnica tem sido pioneira e protagonista no mercado de EPS no país, tendo a inovação e a sustentabilidade no seu DNA. É uma das empresas mais sustentáveis do Brasil de acordo com o Guia Exame 2019. O desenvolvimento sustentável está entre as prioridades da companhia, e suas ações são conectadas aos ODS (Objetivos do Desenvolvimento Sustentável) da ONU. Com matriz em Joinville (SC) e unidade de reciclagem no Distrito de Pirabeiraba, a Termotécnica possui também unidades produtivas e de reciclagem em Manaus (AM), Petrolina (PE), Rio Claro (SP) e São José dos Pinhais (PR).

Para dar uma destinação ambientalmente correta e sustentável ao EPS pós-consumo, desde 2007 a Termotécnica realiza o Programa Reciclar EPS, com logística reversa e reciclagem do material em todo o Brasil. Já são mais de 40 mil toneladas de EPS pós-consumo que ganharam um destino mais nobre – cerca de 1/3 de todo o material consumido no país. O Programa Reciclar EPS é de fato a economia circular na prática: após seu uso e reciclagem, o EPS é transformado novamente em matéria-prima para outras aplicações.

Tendo a inovação empreendedora como um dos seus pilares estratégicos e atendendo às novas demandas do consumidor por biossegurança em tempos de pandemia por Covid-19, a Termotécnica mais uma vez se reinventa ao lançar o Safe Pack Antiviral e Antibacteriano. Com desenvolvimento 100% nacional, patenteado e inédito no mercado, o Safe Pack utiliza nanotecnologia para reduzir o tempo e a quantidade dos agentes virais e de bactérias nas embalagens em EPS produzidas pela companhia.

Saiba mais sobre o lançamento Safe Pack Antiviral e Antibacteriano em https://materiais.termotecnica.ind.br/safepack-eps-antiviral-antibacteriano

Ver todas