Abiquim 50 anos

Notícias

O EPS cada vez mais presente no dia a dia das pessoas

26/05/2014

Ao pensar em um material “multiuso”, que pode ser utilizado com eficiência em várias aplicações, uma das primeiras coisas que nos vêm à cabeça é o EPS (Poliestireno Expandido). Desde a proteção física de produtos contra impacto, passando pelo armazenamento de alimentos contra as variações térmicas, até a construção civil, com o uso do produto nas chamadas construções sustentáveis, o EPS está cada vez mais presente na vida das pessoas.

O EPS no transporte de objetos
Uma das formas mais comuns de visualizarmos a utilização do EPS é no transporte de eletrodomésticos e eletroeletrônicos, (com cantoneiras ou embalagens moldadas) como máquinas de lavar, fogão, aspiradores de pó, micro-ondas, entre outros produtos que necessitam de cuidados para não serem danificados quando transportados ou armazenados, pois a sua resistência permite empilhamento de um número maior de unidades, variando de acordo com o tamanho/peso do produto.

Para atender especificamente a este mercado de embalagens, as empresas que fabricam o EPS disponibilizam no mercado o produto em diversos formatos e tamanhos.

 

 

EPS é a melhor solução para conservar o seu produto
O EPS é a melhor solução para conservar o produto na temperatura ideal para o consumo. Hoje, o EPS atende vários mercados, desde o agronegócio, com caixas criadas especialmente para manter os alimentos bem acomodados e frescos, canteiros móveis para a criação de mudas, passando pela indústria farmacêutica para a acomodação segura de medicamentos, até a convencional caixa de “Isopor”, como é popularmente conhecida, geralmente utilizada em festas para conservar bebidas geladas ou, o inverso, manter alimentos aquecidos.

 

O EPS nas construções sustentáveis
A construção civil destaca-se como um dos principais mercados do EPS no Brasil, sendo estimado que 50% da produção brasileira são destinados a este setor. Este número expressivo revela a importância do material na disseminação das construções sustentáveis pelo país, projetos que consideram o bem estar das pessoas, o menor impacto ambiental e o custo-benefício competitivo.

São várias as aplicações do produto na construção, entre elas enchimento de lajes, telhas, sistemas construtivos, concreto leve, forros, estabilização de solos (geofoam), entre outras.

 

Meio ambiente e reciclagem
Poucos sabem, mas o Isopor é um plástico e, sendo assim, é 100% reciclável, podendo ser transformado em diversos produtos como material de escritório, molduras de quadros, rodapés, solados para calçados, material de forração e isolamento, etc.

Além disso, trata-se de um produto atóxico, inerte, que não causa danos à camada de ozônio (não usa CFC nem HCFC no processo de fabricação). Também não contribui para a formação do gás metano (efeito estufa).

Sua fabricação e uso não geram risco à saúde ou ao meio ambiente. Assim como, em contato com o solo, não apresenta riscos para águas subterrâneas nem ao subsolo.

Outra vantagem é que fungos e bactérias não se proliferam no EPS.

Ver todas