Abiquim 50 anos

Meio Ambiente

Meio Ambiente

Não tóxico;
Biologicamente inerte;
Estável (não sofre mutações);
Não causa danos à camada de ozônio (não usa CFC nem HCFC no processo de fabricação);
Não contribui para a formação do gás metano (efeito estufa);
A fabricação e utilização do EPS não geram risco à saúde ou ao meio ambiente;
Em contato com o solo, não apresenta riscos para águas subterrâneas nem ao subsolo;
Não contamina o solo, o ar ou a água;
Fungos e bactérias não se proliferam no EPS;
O EPS é 100% reciclável e reaproveitável.

Reciclagem

Reciclagem

Processo de reciclagem mecânica do EPS:

Primeira etapa: Coleta e separação dos resíduos
Segunda etapa: Logística de transporte
Terceira etapa: Processo de beneficiamento dos resíduos e reciclagem
Quarta etapa: Comercialização
Quinta etapa: Produtos reciclados de isopor EPS / XPS pós consumo

EPS reciclado pode ser utilizado como matéria-prima na produção de uma grande gama de produtos, tais como:

Molduras, rodapés e perfis para obras civis: produtos reciclados pelo nosso associado Grupo Moldurarte (Proeco e Santa Luzia)
Solados plásticos para calçados: produtos reciclados pelo nosso associado Termotécnica
Insumos para concreto leve / obra civil: outros